sábado, 26 de novembro de 2016

Mais um poema sem rima, Mais uma rima sem refrão

Talvez não falte inspiração
Quem sabe falte disposição
Ou quem sabe seja apenas
Uma desilusão...

Como saber onde está teu sorriso
Se longe se encontra?
Será que está em silêncio
Ou encontrou o paraíso?

Na falta de certezas
Dúvidas me habitam
Na curva de um sorriso
Procuro teu abraço amigo

E em cada dúvida
Renasce mais uma certeza
Que sem você sou incompleto
Que sem você a vida ficou sem sentido

Quisera eu ter super poderes
Que me fizessem te ter comigo
Quisera eu ter coragem
Para te dizer o que sinto...

sábado, 29 de outubro de 2016

UM NADA...

De tantas ausências e silêncios,
Uma hora a gente cansa, desiste...
E, se desistir
Infelizmente será para sempre
De tanto tentar e não conseguir
Dar e não receber
A gente para de tentar
E para de se humilhar
E o que se queria tanto
Perde a graça
Perde o encanto
E quem nos ignorava vira nada
Vira passado, página virada
Torna-se simplesmente um nada

sábado, 16 de julho de 2016

MALANDRAMENTE

Malandramente
O malandro mente
Magoando o coração da menina
Antes inocente

Inconsequente
O covarde mente
Sem se importar
Com o que a moça sente

Malandramente
O coração já não sente
A menina recuperou o riso
E, em outros braços, achou seu sorriso

Subitamente
Agora o malandro pressente
Que perdeu a mulher
A quem nunca respeitou

Sutilmente
A menina virou mulher
E, no lugar do malandro
Colocou um homem de verdade

E o cafajeste enfim descobriu
Que malandro mesmo
É o menino que vira homem
De uma mulher só

sexta-feira, 8 de julho de 2016

EM TODOS OS MOMENTOS... VOCÊ

Em cada silêncio meu
Vive uma saudade de você
Em cada suspiro que dou
Reside a saudade do teu cheiro

Em cada madrugada insone
Sonho com nosso reencontro
E em cada amanhecer
Te imagino sorrindo ao meu lado

Em cada dia atribulado
Te sinto ao meu lado
Em todos os meus pensamentos
Você está a me esperar

Em cada verso meu
Existe muito de você
Em cada saudade minha
Está a alma tua

quinta-feira, 7 de julho de 2016

DE TEMPOS EM TEMPOS

De tempos em tempos
O coração nos prega peças
Bate descompassado
Insiste em se apaixonar
Não existe hora exata
Nem momento perfeito
Ele simplesmente acelera
E deixa um brilho em nosso olhar
São olhares que se cruzam
E olhos que brilham
Almas que se encontram
E almas que se cruzam
Ninguém vive sem amor
E ninguém ficará para sempre só
Por isso o coração dispara
De tempos em tempos...
Te vi com meus olhos
Te enxerguei com minha alma
Me encantei com teu riso
E me apaixonei pelo teu sorriso
Em minha alma te levo
Por você é que luto
Se eu falhar, me desculpe
Mas é por você que hoje existo
Em meus pensamentos te tenho
E em sonhos estou a te cuidar
Com a leveza de um sorriso
E a beleza de uma flor
Em meus momentos de solidão
Te sinto perto
E a cada dia espero
O momento de novamente te encontrar

quinta-feira, 26 de maio de 2016

Poeminha de Quinta

Você vai receber flores
Sem cartão ou assinatura
Vai pensar em mil possibilidades
E talvez eu nem esteja entre elas...

Teu coração vai bater acelerado
E teus olhos ficarão com um brilho diferente
Mas talvez você nem imagine
Que já mora no meu coração

Você vai receber as minhas flores
E vai saber que eu te desejo e admiro
Mas como serão anônimas, na hora
Você nem vai lembrar que eu existo

Talvez você nem aceite as minhas flores,
Ou nem queira o meu amor
Mas isso pouco importa
Pois o meu amor já é somente teu

sábado, 16 de abril de 2016

Humanos Demais

Por vezes amamos em silêncio
Com medo da rejeição
Em outras gritamos aos quatro ventos
Sem nenhuma razão

Buscamos os mesmos olhares
Em outros olhos
Buscamos proteção
Em braços que nos repelem

Somos falhos
Somos humanos
Amamos em segredo
Amamos sem medo

Não somos de pedra
Dentro de nosso peito pulsa um coração
Não somos de aço
Não sabemos viver sós, sem laços

Tem vezes que o amor machuca
Em outras ele te faz sorrir
Tem vezes que o sorriso esconde a dor
Em outras, a lágrima derramada cura o amor

Somos humanos
Vivemos com emoção
Somos humanos
Amamos sem nenhuma razão

domingo, 10 de abril de 2016

(Im)perfeito

Eu já quis voltar no tempo
Para consertar meus erros
Hoje eu apenas olho para trás
E aprendo com meus tropeços

Já quis desconhecer pessoas
E apagar memórias
Hoje apenas ignoro quem não me faz bem
E sorrio ao lembrar as vezes que errei

Eu já quis ser menos humano
Mas desisti
E resolvi apenas ser

Eu já quis ser perfeito
Mas falhei
E hoje sou apenas gente!

quinta-feira, 7 de abril de 2016

Amar sem medo

Perca-se em olhares profundos
Em pessoas cheias de vida
Na paz de um sorriso
Ou no aconchego de um abraço

Encontre abrigo
Na calmaria de uma poesia
Ou mesmo em uma canção
Que mexa com seu coração

Encontre-se
E depois se perca
Mas se perca por amor

Não tenha medo de se apaixonar
De se encantar
De, simplesmente AMAR!

terça-feira, 5 de abril de 2016

Apenas palavras soltas na madrugada insone

Eu te direi mil vezes
Que já te esqueci
E em todas as vezes você saberá
Que eu menti
Te direi milhares de vezes
Que nunca te amei
E, em cada uma delas
Você saberá que eu me enganei
Fugirei de você quando te enxergar
Por medo de novamente me entregar
E você saberá de novo
Que eu nunca deixei de te amar
Farei versos soltos
E escreverei frases sem sentido
E você identificará
O meu coração partido
Nas poesias de amor
Se verá em cada linha
E saberá que eu nunca te esqueci
E sempre te quis minha
E quando, finalmente me reencontrar
Olhará em meus olhos, e saberá
Que mesmo distante, e mesmo fugindo
Eu jamais deixei de te amar

domingo, 3 de abril de 2016

ABRA TEU CORAÇÃO

Abre as portas do teu coração
E me deixa entrar nele,
Abra sem medo de sofrer
Me receba sem medo de amar...

Esqueça o que passou,
As vezes que sofreu,
Os dias que chorou...
Esqueça quem te machucou

Coloca um sorriso no rosto
Ao me ver chegar,
Coloca esperança na vida
Pois eu vim para ficar

Abre as portas da tua vida,
E me receba de braços abertos
Com a certeza da felicidade
E do bem querer

Sorria em cada amanhecer
Pois você não está mais sozinha,
A tempestade passou
E o sol voltou a brilhar

Sorria sem medo,
E se entregue ao amor.
Entregue-se a mim
E me deixe ser somente teu

SEGREDOS

Me perguntas para quem escrevo
Mas a resposta é tão óbvia
Que seria inocência responder-te
Seria incoerência revelar-me...

Me incita a revelar segredos
E a expor sentimentos
Mas sabes bem por quem meu coração bate
E bem sabes onde agora estão meus pensamentos...

Me questiona,
Mas já sabes a resposta
Me pressiona,
Mas sabes bem que ficarei em silêncio

Por quê revelar segredos ao mundo?
Se o mundo é uma eterna fofoca...
Se o que ninguém sabe,
Ninguém estraga...

Me perguntas um nome,
Eu te respondo PAIXÃO...
Me pedes respostas...
E eu apenas te digo SEGREDOS DO CORAÇÃO...

De minha boca,
Nenhuma palavra sairá...
Mas em meus pensamentos e sonhos
É teu nome que eu grito em silêncio...

sexta-feira, 25 de março de 2016

BIOGRAFIA

Um poeta sem rima, e uma rima sem refrão...
Um sábio que nada sabe....
Uma eterna pergunta
Em um mundo tão vazio de respostas!

Um eterno apaixonado
De coração carente
Vivendo o eterno dilema
De revelar-se ou se esconder

Um poeta sem rima
Sem métrica ou noção
Que escreve versos soltos
Para libertar o coração

Um eterno medroso
Que esconde seus sentimentos atrás de sorrisos
Que prefere viver em dúvida
Talvez por duvidar da sua capacidade

O poeta sem noção
E que esconde a emoção
Por medo do que pode encontrar,
Com medo da rejeição

O poeta sem rima
Que esconde seu amor
Mas que nunca desiste de amar,
Que jamais deixa de sonhar

ETERNO

Talvez o eterno dure só um momento
E nesse momento tudo faça sentido
Talvez seja bem simples
Mas também pode ser extremamente complicado...
Quem sabe eterna seja a lembrança do teu sorriso
Ou a simples lembrança do teu cheiro
Ou talvez eterna seja a vontade de estar ao teu lado
Sempre, e a todo momento...
Eternas podem ser nossas lembranças
De quando éramos felizes, e nem sabíamos
Ou quem sabe seja eterna
A nossa vontade de ser feliz todos os dias...
Será eterno o amor que sinto?
Ou será apenas uma paixão passageira?
Eternas podem ser as dúvidas,
Muitas perguntas ainda sem respostas...
Alguns segundos duram uma eternidade,
E outros apenas passam voando...
O que será que a eternidade nos reserva?
Quão eternas serão minhas certezas?
Por uma eternidade, que dure um segundo, ou uma vida
Por um momento apenas,
Ou por todas as horas
Quero apenas que você seja muito feliz

MENINA

Cerra os olhos, menina
E mentaliza coisas boas
Pensa que tudo vai dar certo
Porque tua alma é boa

Ergue as mãos para o céu, menina
Pois você tem muito a agradecer
Não reclame do que se foi
Espere sempre pelo próximo amanhecer

Deixa teus pensamentos voarem, menina
Pois nos sonhos construímos o nosso futuro
Não tenha medo de se arriscar
Jamais desista de tentar

Não desista nunca de ser feliz, menina
Mesmo quando tudo parece dar errado
A felicidade começa em nós
A felicidade sempre nos encontra

Corre para os meus braços, menina
E deixa eu te proteger om o meu abraço
Entrega teu coração para mim
Que eu vou com você até o fim

Vem me amar, menina
Sem medo dese entregar
Me leva em teus pensamentos
Que eu te guardo em meu coração