sexta-feira, 31 de julho de 2015

Silêncio...

E fez-se pedra
Onde havia um coração
E fez-se deserto
Onde existia amor

Fez-se sombra
Onde existiam dias de sol
Os risos se foram
E só ficaram lágrimas...

Fez-se silêncio
Onde antes havia festa
Fez-se dor...

Virou solidão
O que antes era eterno encontro
Acabou o encanto
Restou frustração...

domingo, 26 de julho de 2015

A vida é uma coleção de sonhos....
Sonhos que ainda não vivemos,
Sonhos que já realizamos
E também sonhos impossíveis...

É uma coleção de realizações
E de realidades....
Uma mistura de sentimentos
Uma eterna busca por nossos ideais...

A vida é sim uma coleção de saudades...
Das pessoas que foram importantes e já se foram,
De coisas que quisemos fazer e não fizemos,
Saudades de nossa infância....

A vida é um eterno aprendizado,
Uma eterna busca...
Um eterno sonho...
E sim , uma coleção de saudosas lembranças

E se eu morresse amanhã?

Será que deixei muitas coisas por fazer? Ou será que morreria em paz? Alguém realmente sentiria a minha falta? Ou estou aqui apenas de passagem, sendo apenas mais um?
Pensar na morte, ou em como ela seria, está muito longe de ser mórbido; é apenas uma maneira de pensar no que já se fez, e no que ainda s tem por fazer. É ter a consciência do que foi errado, e ainda pode ser consertado, é poder acordar amanhã, e faz do novo dia um novo começo.
Se eu morrer amanhã. talvez me arrependa por alguma vez não tenha dito que amei, ou por ter sido por vezes orgulhoso; talvez me falte tempo para consertar alguma coisa...
Se eu morresse amanhã, com certeza me arrependeria, pois sei que tenho coisas a dizer, mas por vezes falta a coragem, em outras é apenas medo. Medo de falar, de ser mal interpretado, talvez simples medo da rejeição...
Se eu morresse amanhã, com certeza me faltaria ter ido fazer uma viagem, com certeza faltaria ter tido coragem, atitude...
Se eu morresse amanhã, talvez muitos chorassem, talvez ninguém se importasse...
Dúvidas...
Mas elas vão persistir até o dia em que eu morrer amanhã...
Quando as lágrimas secarem
E o sol começar a brilhar
Tudo vai voltar ao normal....

Tudo na vida são ciclos
E todo ciclo tem um começo, um meio
Mas também tem um fim...

Mas também tem coisas que não acabam
Apenas ficam paradas, e depois retornam
E tudo volta a ser como era antes.

Quando o sorriso voltar
Voltará também a felicidade
Voltará a fazer sol...

sábado, 4 de julho de 2015

OS VENTOS

Os ventos mudam a direção
E levam sonhos,
Trazem planos,
Recolocam tudo no lugar...

Os ventos bagunçam,
Mas também nos assentam,
Viram tempestade...
Passam a ser apenas brisa...

O vento minuano assovia,
Gela as madrugadas....
Faz o coração viajar,
Me faz te querer aqui...

Tem vezes em que o vento urra,
E em outras ele (apenas|) sussurra...
Por vezes o vento te segura,
Em outras... basta seguir a direção da brisa...

Cabe a você decidir  teu destino,
A escolha é sempre tua...
Ou luta contra os ventos,
Ou navega suave aproveitando a brisa..