segunda-feira, 31 de agosto de 2015

SOU FÃ*

Sou fã das voltas que a vida dá, e das pessoas que Deus coloca em nosso caminho.
Sou fã dos acasos que viram encontros, e sou fã das pessoas que sabem receber carinho.
Sou fã dos sorrisos que minhas poesias provocam, e sou fã das pessoas que se emocionam com meus versos.
Sou fã de pequenos gestos, que fazem uma grande diferença, e sou fã de belos sorrisos...

Admiro quem não tem medo de se entregar ao amor
Quem abre sua vida, seus olhos, seu coração
E se entrega sem medo de errar novamente
Quem retribui o carinho
Quem enxerga alma antes de qualquer outra coisa..

Sou fã de pessoas reais
Com sentimentos reais...

Sou fã de quem aceita ser amada
De quem quer ser cuidada...
Sou fã de quem não pensa que idade, distância ou situação financeira impedem o amor
Sou fã de quem sabe, simplesmente amar, e acima de tudo, SER AMADA!

*INSPIRADO EM UMA PESSOA REAL

domingo, 30 de agosto de 2015

A lua

Na luz do luar procurei o brilho dos teus olhos...
Busquei o doce som da tua voz
E quando fechei os olhos
Te vi sorrindo para mim...
Em cada pensamento meu
Tem muito de você...
E todos os meus versos
Buscam apenas o caminho do teu coração...
Novos luares virão
E em muitas noites estarei a te buscar
Seja na lua
Quem sabe nas estrelas...
Novas noites acontecerão
Mas em todas
E em cada uma
Meu coração será para sempre somente teu !

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Sempre em frente, enfrente...


Eu poderia ficar parado
E jamais evoluir
Poderia me acomodar
E não ir a lugar algum...

Eu escolhi ser o melhor
E para isso não posso ficar parado
Resolvi querer muito mais
E para isso não meço esforços...

Sempre em frente,
Sem medo,
Cada vez mais alto,
Cada vez mais longe...

Eu nunca quis ser o mais bonito,
Mas ser vou buscar ser o mais inteligente...
A beleza o tempo leva,
O conhecimento é eterno!

Poeminha

Que venha para ficar
Que seja doce,
Que seja leve,
Que me leve à felicidade...
Que venha sem pressa
E para sempre permaneça...
Que me aqueça,
Que me enlouqueça....

domingo, 16 de agosto de 2015

Busca

Somos corações distantes
Mas nem por isso fugimos do amor
Somos diferentes
Mas nem por isso desistimos de amar...

Cada um no seu mundo
E os dois em busca de um lugar comum
Os dois com os mesmos sonhos
Buscando o tão sonhado amor

Somos duas almas que estavam a se procurar
E que acabaram por se esbarrar
E como é belo o amor...
E como é bom saber amar...

Somos distantes
Mas estamos perto
Somos, talvez, muito diferentes
Mas, por ironia do destino, estamos juntos

Soneto de amor

Talvez eu tenha perdido a razão
Ou talvez apenas tenha ganho coragem...
Pode ser loucura
Ou mesmo um desatino
Que doce destino
Um amor buscado
Um sorriso encantado
Beleza que vai bem além do que os olhos podem ver
Amar, e buscar conquistar
Sonhar, mesmo estando bem acordado
Sorrir, mesmo estando em transe
Lutar, e não ter medo
Amar, e acreditar no amor
Buscar, sempre, a felicidade!

sábado, 8 de agosto de 2015

Se o meu coração te escolheu, como lutar contra ele?
Se a cada pulsar você fica mais presente,
E se a cada respirar teu cheiro me invade....
Como lutar contra o que já me domina?
Como dominar o que é muito maior do que eu?