domingo, 16 de agosto de 2015

Soneto de amor

Talvez eu tenha perdido a razão
Ou talvez apenas tenha ganho coragem...
Pode ser loucura
Ou mesmo um desatino
Que doce destino
Um amor buscado
Um sorriso encantado
Beleza que vai bem além do que os olhos podem ver
Amar, e buscar conquistar
Sonhar, mesmo estando bem acordado
Sorrir, mesmo estando em transe
Lutar, e não ter medo
Amar, e acreditar no amor
Buscar, sempre, a felicidade!

Nenhum comentário:

Postar um comentário