domingo, 31 de janeiro de 2016

TALVEZ

Talvez você nem saiba
Mas em todos os momentos está em meu pensamento...
Talvez você não se importe
Mas estás viva em meus sonhos

Quando fecho os olhos
É você que eu vejo
E quando tudo fica confuso
É você que eu procuro

Talvez você esteja longe demais
Ou quem sabe está bem perto
Nada é muito longe quando se ama
Nada fica distante de um coração apaixonado...

Quem sabe amanhã você me perceba
Ou ainda hoje me procure
Talvez você entenda
Quem sabe até me ame...

sábado, 30 de janeiro de 2016

TRISTE FIM

De tanto se afastar
Virou esquecimento
De tanto não responder
Parou de ser chamado
De tanto se achar importante
Acabou sendo descartável...
De tanto ser indeciso
Foi trocado
De tanto fugir do compromisso
Acabou sozinho...
Triste fim de um coração medroso
Triste fim de uma alma machucada...

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

SOU FÃ

Sou fã de olhos que sorriem
De abraços que acalmam
De olhos que mostram a alma
De almas desnudas

Sou fã de belezas interiores
E de amores externados
De pessoas que confiam de olhos fechados
E de olhos abertos que enxergam muito além

Sou fã de sorrisos sinceros
De amores eternos
De paixões avassaladoras


Sou fã da vida
E de quem sabe vivê-la
E. principalmente, de quem nunca desiste de ser feliz

domingo, 3 de janeiro de 2016

PERDA E ENCONTRO

Eu me perdi nas curvas da vida
Nos descaminhos do coração
Me perdi por amar
Me encontrei amando

Me perdi nos brilho dos teus olhos
Na profundeza de um sorriso
Me perdi por te querer
Me salvei quando te encontrei

Eu me encontrei no calor dos teus braços
E no conforto dos teus abraços
Me encontrei quando parei de procurar
Me entreguei sem medo de errar

Eu me encontrei nos teus beijos
E nas doces palavras de amor
Me encontrei por amar
Me encontrei quando acreditei no amor

sexta-feira, 1 de janeiro de 2016

NÓS DOIS SABEMOS

Eu já sei
E tu também já sabes
Que mesmo com medo
O meu coração te escolheu

Você já sabe
E também sei eu
Que mesmo ainda machucado
O teu coração me acolheu

Nós dois sabemos
Que devemos ter calma, ir devagar
Mas como ir devagar e ser calmo
Com o coração a 200 por hora?

Nós dois sentimos
Mas talvez ainda tenhamos medo de expressar
Nós dois queremos
Mas talvez ainda haja receio de se entregar

Nós dois sorrimos
Com a lua, o pôr de sol ou as estrelas
Nós dois queremos
Apenas a felicidade!