sexta-feira, 25 de março de 2016

BIOGRAFIA

Um poeta sem rima, e uma rima sem refrão...
Um sábio que nada sabe....
Uma eterna pergunta
Em um mundo tão vazio de respostas!

Um eterno apaixonado
De coração carente
Vivendo o eterno dilema
De revelar-se ou se esconder

Um poeta sem rima
Sem métrica ou noção
Que escreve versos soltos
Para libertar o coração

Um eterno medroso
Que esconde seus sentimentos atrás de sorrisos
Que prefere viver em dúvida
Talvez por duvidar da sua capacidade

O poeta sem noção
E que esconde a emoção
Por medo do que pode encontrar,
Com medo da rejeição

O poeta sem rima
Que esconde seu amor
Mas que nunca desiste de amar,
Que jamais deixa de sonhar

ETERNO

Talvez o eterno dure só um momento
E nesse momento tudo faça sentido
Talvez seja bem simples
Mas também pode ser extremamente complicado...
Quem sabe eterna seja a lembrança do teu sorriso
Ou a simples lembrança do teu cheiro
Ou talvez eterna seja a vontade de estar ao teu lado
Sempre, e a todo momento...
Eternas podem ser nossas lembranças
De quando éramos felizes, e nem sabíamos
Ou quem sabe seja eterna
A nossa vontade de ser feliz todos os dias...
Será eterno o amor que sinto?
Ou será apenas uma paixão passageira?
Eternas podem ser as dúvidas,
Muitas perguntas ainda sem respostas...
Alguns segundos duram uma eternidade,
E outros apenas passam voando...
O que será que a eternidade nos reserva?
Quão eternas serão minhas certezas?
Por uma eternidade, que dure um segundo, ou uma vida
Por um momento apenas,
Ou por todas as horas
Quero apenas que você seja muito feliz

MENINA

Cerra os olhos, menina
E mentaliza coisas boas
Pensa que tudo vai dar certo
Porque tua alma é boa

Ergue as mãos para o céu, menina
Pois você tem muito a agradecer
Não reclame do que se foi
Espere sempre pelo próximo amanhecer

Deixa teus pensamentos voarem, menina
Pois nos sonhos construímos o nosso futuro
Não tenha medo de se arriscar
Jamais desista de tentar

Não desista nunca de ser feliz, menina
Mesmo quando tudo parece dar errado
A felicidade começa em nós
A felicidade sempre nos encontra

Corre para os meus braços, menina
E deixa eu te proteger om o meu abraço
Entrega teu coração para mim
Que eu vou com você até o fim

Vem me amar, menina
Sem medo dese entregar
Me leva em teus pensamentos
Que eu te guardo em meu coração

quarta-feira, 16 de março de 2016

SIMPLES ASSIM

Meus olhos te viram ao acaso
E meu coração te escolheu
Simples assim
Mas nem tão simples também...

E eu me encantei
E desse encanto nasceu a paixão
Simples assim...
Mas nada simples também...

Com o passar dos dias nasceu o amor
E esse amor teima em não acabar
Simples assim...
Nada simples para mim....

O coração bate acelerado
Quando ouve tua voz
Simples assim
Cada vez menos simples o fim...

Na cabeça um milhão de sonhos
E em cada sonho o teu cheiro eu sinto
Simples assim
Simplesmente eterno e sem fim

No coração uma única certeza
De que você é a minha fortaleza
Simples assim
Puramente amor... até o fim

O coração da menina

No coração da menina
Residem sonhos
Que alguém vai destruir
Quando a magoar

A menina que sonhava amar
Num belo dia se decepcionou
Jurou que homens são todos iguais
Prometeu não mais amar

Os dias passaram
A dor se dissipou
Cansada de estar só
A menina novamente amou

E mais uma vez,
Um idiota magoou a menina
E a menina novamente chorou
E sozinha ela desta vez ficou

Os anos passaram
A menina virou mulher
E desta vez ela deu sorte
Desta vez alguém a amou

Hoje o coração da mulher está em paz
Mas a menina dentro dela, tem sempre dois pés atrás
Pois um coração que já foi machucado
Jamais fica, de fato, curado

SECA AS LÁGRIMAS

Seca as lágrimas menina
Homem nenhum merece teu choro
Ergue a cabeça e vai ser feliz
Com que te valoriza

Coloca um sorriso no rosto
Veste tua melhor roupa
E vem desfilar na vida
Vem encantar a todos

Seca essas lágrimas moça
E dá a volta por cima
Mostra para o mundo
A tua força e a tua garra

Vai em busca da felicidade
Sem medo de errar
Vai e não olha para trás
Pois o futuro está na tua frente

Não chore mais mulher
Você é ainda mais linda quando sorri
Vai ser feliz sem pressa
Venha ser feliz para sempre

Ergue a cabeça rainha
Encanta e conquista quem te merece
Seja feliz sempre
Seja feliz para sempre

terça-feira, 15 de março de 2016

E VIVA ESTA UTOPIA

Acordei bem cedo
Não por opção
Acordei cedinho
Com teu nome no coração

Acordei te vendo
Sorrindo te senti
De tão perto que estava
Um beijo eu te pedi

Na manhã de carnaval
No meio do canavial
Meu coração disparou
O meu amor você roubou

Com as folhas amarelas do outono
Caiu o medo
Com a aurora boreal
Nosso amor se tornou real

De longe te vivo
E de perto te sigo
Em uma manhã de sol
Grito seu nome no farol

Sempre, e a cada dia
Em qualquer lugar ou estação
Te vivo noite e dia
E viva esta utopia

sábado, 12 de março de 2016

FELIZ

Feliz do homem puro
Que consegue amar sem medo
Se entregar sem receio
Acreditar sempre...

Feliz da mulher que sabe ser amada
Que se entrega de corpo e alma
Que retribui cada gesto
Que encanta cm um simples sorriso

Feliz de quem ainda consegue sonhar
E faz do sonho seu combustível
Faz da vida uma eterna festa
E da esperança a sua morada

Feliz de quem sabe viver
Ao invés de apenas existir
Feliz de quem sabe sorrir
Feliz de quem não se deixa jamais abalar

Felizes nós
Que fazemos da arte do encontro
O ingrediente perfeito
Para vivermos em eterno encanto

NOITES

Noites insones
Madrugadas longas
No sono que não vem
Sinto teu cheiro..

Noites insanas
Madrugadas loucas
No fundo do copo
Enxergo teu rosto

Noite estrelada
Uma procura constante
No brilho de cada estrela
Vejo teus olhos e olhares

Noite enluarada
Madrugada fria
No peito bate um coração apaixonado
Nos meus pensamentos... Só você

quinta-feira, 3 de março de 2016

SEM REFRÃO

Nas tortas linhas do destino
Tento ir ao teu encontro
Tento encurtar distâncias
Me perco a te olhar...

Em cada curva da estrada
E em cada obstáculo vencido
Busco teu sorriso
Me sinto mais perto do paraíso...

Em cada noite insone,
Me perco em pensamentos insanos,
Busco o calor dos teus abraços
Me entrego ao destino

No doce desatino do amar
E na pureza do amor
Busco o teu amparo
E me perco no teu perfume

Se teus olhos deviam dos meus
Mesmo assim sigo a te encarar...
Me encanta o teu brilho...
Me enfeitiça a tua luz...

Nas estradas da vida
As quais não sei onde vão
Me levam até você
Me mostram o caminho do teu coração

SEM RAZÃO

E em noites chuvosas
E até mesmo em tardes de sol
O coração bate,
Por vezes sem razão...

E nas tardes geladas do inverno,
Ou mesmo no calor do verão,
O coração procura sentido,
O amor acontece sem razão..

Por bater descompassado,
E estar em constante confusão
O coração decide, apressado...
Por vezes sem nenhuma explicação...

E por estar em constante conflito,
Entre desejo e razão
Por vezes sofremos em vão...
Por vezes erramos a mão...

E de tanto errar,
E de tanto tentar
Um dia simplesmente cansamos
Simplesmente desistimos
E deixamos nossos doces sonhos
Transformarem--se em desilusão...