quinta-feira, 3 de março de 2016

SEM RAZÃO

E em noites chuvosas
E até mesmo em tardes de sol
O coração bate,
Por vezes sem razão...

E nas tardes geladas do inverno,
Ou mesmo no calor do verão,
O coração procura sentido,
O amor acontece sem razão..

Por bater descompassado,
E estar em constante confusão
O coração decide, apressado...
Por vezes sem nenhuma explicação...

E por estar em constante conflito,
Entre desejo e razão
Por vezes sofremos em vão...
Por vezes erramos a mão...

E de tanto errar,
E de tanto tentar
Um dia simplesmente cansamos
Simplesmente desistimos
E deixamos nossos doces sonhos
Transformarem--se em desilusão...

Nenhum comentário:

Postar um comentário