sábado, 16 de abril de 2016

Humanos Demais

Por vezes amamos em silêncio
Com medo da rejeição
Em outras gritamos aos quatro ventos
Sem nenhuma razão

Buscamos os mesmos olhares
Em outros olhos
Buscamos proteção
Em braços que nos repelem

Somos falhos
Somos humanos
Amamos em segredo
Amamos sem medo

Não somos de pedra
Dentro de nosso peito pulsa um coração
Não somos de aço
Não sabemos viver sós, sem laços

Tem vezes que o amor machuca
Em outras ele te faz sorrir
Tem vezes que o sorriso esconde a dor
Em outras, a lágrima derramada cura o amor

Somos humanos
Vivemos com emoção
Somos humanos
Amamos sem nenhuma razão

domingo, 10 de abril de 2016

(Im)perfeito

Eu já quis voltar no tempo
Para consertar meus erros
Hoje eu apenas olho para trás
E aprendo com meus tropeços

Já quis desconhecer pessoas
E apagar memórias
Hoje apenas ignoro quem não me faz bem
E sorrio ao lembrar as vezes que errei

Eu já quis ser menos humano
Mas desisti
E resolvi apenas ser

Eu já quis ser perfeito
Mas falhei
E hoje sou apenas gente!

quinta-feira, 7 de abril de 2016

Amar sem medo

Perca-se em olhares profundos
Em pessoas cheias de vida
Na paz de um sorriso
Ou no aconchego de um abraço

Encontre abrigo
Na calmaria de uma poesia
Ou mesmo em uma canção
Que mexa com seu coração

Encontre-se
E depois se perca
Mas se perca por amor

Não tenha medo de se apaixonar
De se encantar
De, simplesmente AMAR!

terça-feira, 5 de abril de 2016

Apenas palavras soltas na madrugada insone

Eu te direi mil vezes
Que já te esqueci
E em todas as vezes você saberá
Que eu menti
Te direi milhares de vezes
Que nunca te amei
E, em cada uma delas
Você saberá que eu me enganei
Fugirei de você quando te enxergar
Por medo de novamente me entregar
E você saberá de novo
Que eu nunca deixei de te amar
Farei versos soltos
E escreverei frases sem sentido
E você identificará
O meu coração partido
Nas poesias de amor
Se verá em cada linha
E saberá que eu nunca te esqueci
E sempre te quis minha
E quando, finalmente me reencontrar
Olhará em meus olhos, e saberá
Que mesmo distante, e mesmo fugindo
Eu jamais deixei de te amar

domingo, 3 de abril de 2016

ABRA TEU CORAÇÃO

Abre as portas do teu coração
E me deixa entrar nele,
Abra sem medo de sofrer
Me receba sem medo de amar...

Esqueça o que passou,
As vezes que sofreu,
Os dias que chorou...
Esqueça quem te machucou

Coloca um sorriso no rosto
Ao me ver chegar,
Coloca esperança na vida
Pois eu vim para ficar

Abre as portas da tua vida,
E me receba de braços abertos
Com a certeza da felicidade
E do bem querer

Sorria em cada amanhecer
Pois você não está mais sozinha,
A tempestade passou
E o sol voltou a brilhar

Sorria sem medo,
E se entregue ao amor.
Entregue-se a mim
E me deixe ser somente teu

SEGREDOS

Me perguntas para quem escrevo
Mas a resposta é tão óbvia
Que seria inocência responder-te
Seria incoerência revelar-me...

Me incita a revelar segredos
E a expor sentimentos
Mas sabes bem por quem meu coração bate
E bem sabes onde agora estão meus pensamentos...

Me questiona,
Mas já sabes a resposta
Me pressiona,
Mas sabes bem que ficarei em silêncio

Por quê revelar segredos ao mundo?
Se o mundo é uma eterna fofoca...
Se o que ninguém sabe,
Ninguém estraga...

Me perguntas um nome,
Eu te respondo PAIXÃO...
Me pedes respostas...
E eu apenas te digo SEGREDOS DO CORAÇÃO...

De minha boca,
Nenhuma palavra sairá...
Mas em meus pensamentos e sonhos
É teu nome que eu grito em silêncio...